sábado, 31 de outubro de 2009

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Fique Ligado! Dia 31 de Outubro! Halloween?!!!

No dia 31 de outubro é comemorada, em alguns países, a festa de Halloween (Dia das Bruxas). Esta festa teve sua origem há mais de 2000 anos, entre os povos célticos da Grã-Bretanha e França. O povo celta acreditava num mundo de espíritos maus e no dia 31 de outubro comemorava o encerramento do ano com rituais e até sacrifícios. Estes rituais tinham o objetivo de protegê-los dos espíritos maus durante o próximo ano, que daria início no dia seguinte.O dia primeiro de novembro é o dia de Todos os Santos, então a superstição dizia que os espíritos maus e as bruxas estariam especialmente ativos no dia anterior, já que não teriam coragem de aparecer no dia seguinte. (Halloween quer dizer “véspera do Dia de Todos os Santos”.)Nas festas de Halloween, as pessoas fazem lanternas com abóboras, fazendo furos no formato de um rosto e colocando uma vela dentro. Este é mais um costume baseado em uma antiga lenda irlandesa, que fala sobre um homem pão-duro chamado Jack, que estava condenado a andar pela terra após a sua morte em busca de um lugar de descanso, por causa de todas as coisas ruins que ele tinha feito. Era proibida a sua entrada no céu. Então, o Diabo deu um pedaço de carvão aceso para Jack. Ele o colocou dentro de um nabo, fazendo uma lanterna para iluminar o seu caminho. As crianças irlandesas esculpiam rostos sorridentes nos nabos, e usavam estes nabos iluminados para amedrontar as bruxas no dia de Halloween. Quando alguns irlandeses se mudaram para os Estados Unidos, levaram consigo seus costumes e crenças quanto a Halloween, mas em vez de nabos, as crianças americanas começaram a usar abóboras com velas dentro. Assim lembravam a história do mau e velho Jack. Por isso a abóbora é chamada “jack-o-lantern” (a lanterna do Jack).Talvez você tenha recebido algum convite para uma festa de Halloween. O que você pensa sobre participar de uma festa destas?
Kids - Maná do Professor
A modernidade, educa ou assusta?

A geração atual rir das brincadeiras antigas, mas segue religiosamente as brincadeiras atuais.
Nesses dias, conversando com pessoas na minha faixa etária de idade, me diverti muito e ao mesmo tempo fiquei pensativa.
O que dizer da modernidade?
As crianças e os jovens não brincam mais. Instalam-se de frente ao computador e lá permanecem por horas.
Ninguém tem tempo para conversar com alguém “ao vivo”, olhando nos olhos, sentindo a reação de cada palavra, ninguém tem mais tempo para conhecer o outro.
As pessoas, seres humanos, estão sendo trocadas por máquinas... E o que dizer das nossas antigas brincadeiras de rua que não existem mais? Saudades? É pouco.
Tenho um sobrinho de 16 anos que não sabe o que é brincar com os colegas na rua. E falo de brincadeiras simples como: toca, pega- pega, queimada, barra bandeira, soltar pipas, amarelinha. Sim, e por quê não?
Não brincam mais de bola, a bola comum, aquele instrumento simples de diversão garantida, a qual tem sido assustadoramente trocada por um vídeo game, ou um game qualquer que desafiam os participantes a lutarem com toda sua inteligência, ou, eu diria: “força intelectual”? Uns querendo o tempo inteiro provar para os outros que sabem mais.
A modernidade, na sociedade que teme a violência, tirou as crianças das brincadeiras de rua e das conversas livres nas calçadas, nos parques e as isolou nos condomínios, nas casas, quartos, nos apartamentos, “apertamentos”, ou seja lá como queira dizer.
O que sei é que minha infância foi bem diferente, mas bem divertida. Talvez as crianças de hoje sejam bem mais cultas, inteligentes, dinâmicas e, diria até, mais desenvolvidas.
Mas, seguramente, nós que cultivamos aquela criança que se divertia com brinquedos simples, sabemos o valor de uma amizade bem melhor, o valor de um abraço, de um aperto de mão, daqueles apertados mesmos, não dos superficiais, dados apenas para não ser “mal educado”.
Antes, podíamos ir para frente da TV e assistir desenhos fantásticos e bem divertidos, os quais hoje foram substituídos por violentos desenhos desaminados e que não influenciam ninguém positivamente.
Vejo as crianças, hoje em dia, com apenas um ano já falando, às vezes, até menos, mas vejo também a inocência sendo perdida tão cedo que me assusto com a modernidade.
Certamente, você que tem seus trinta e poucos ou muitos anos ou talvez quarenta, tem visto que as meninas de 15 anos são bem diferentes daquelas meninas de 15 anos de antigamente, e talvez alguns que estão lendo esse texto até pensem: “mas as coisas mudaram, estão bem mais modernas e avançadas”. Tem que mudar mesmo, “as coisas antigas já passaram”, a Bíblia mesmo diz isso.
Muito bem, lembrando da Bíblia que é a Palavra de Deus, no entanto um livro escrito há mais de dois mil anos atrás, mas que não é antigo, nem ultrapassado de forma nenhuma, Ela fala de valores que não vemos hoje em dia com tanta facilidade.
Onde esses valores foram parar?
Hoje, os filhos pensam duas vezes antes de honrar pai e mãe. Se merecerem, quem sabe?...
Hoje, com a modernidade, as coisas são mais “light”, mais leves, mais soltas...
Crianças com menos de dois anos perdem a inocência facilmente e lhe respondem bruscamente de forma assustadora. Tem respostas para tudo e perguntas nem se fala. Dessas saem as mais diversas e algumas que deixam os pais de “boca aberta”, não de admiração, mas de espanto mesmo. Alguns nem sabem como responder aos questionamentos ouvidos.
A modernidade educa ou assusta?
A infância, adolescência e juventude são certamente as melhores fases da vida, mas eles só descobrirão isso, quem sabe, quando tiverem a nossa idade.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Palestra ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Içami Tiba,

O palestrante é membro eleito do Board of Directors of the International Association of Group Psychotherapy. Conselheiro do Instituto Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho "Via de Acesso". Professor de cursos e workshops no Brasil e no Exterior. Em pesquisa realizada em março de 2004, pelo IBOPE, entre os psicólogos do Conselho Federal de Psicologia, os entrevistados colocaram o Dr. Içami Tiba como terceiro autor de referência e admiração - o primeiro nacional. * 1º- lugar: Sigmund Freud;* 2º- lugar: Gustav Jung;* 3º- Lugar: Içami Tiba 1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc... 3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados. 4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas. 5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona. 6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente. 7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer. 8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender. 9. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0. 10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconsequente. 11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual. 12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'. 13. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita. 14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo. 15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo. 16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade. 17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca. 18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele). 19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também. 20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida. 21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão. 22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. 'Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador'. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe. 23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo. 24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família. 25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final. 26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

COMEMORAÇÃO DO DIA DAS CRIANÇAS

COMEMORAÇÃO DO DIA DAS CRIANÇAS






MULHERES COM PROPÓSITOS realizou dia 9 de outubro (sexta -feira) na Creche Comunitária Cornelis Karel Brandwijk uma festinha em comemoração ao dia da criança; com bolo, doces, presentes e um teatro de fantoches apresentado pela Missionária Fátima Ribeiro e seu grupo.

A festa contou com a presença da primeira dama Sra Heroilma, a secretária municipal Sra Marina, Solange Veiga, Marlene Rulli, e todo o quadro de diretoras e funcionárias da creche.

Obrigada a todas as mulheres que contribuiram para alegrar os corações destes pequeninos.
Deus abençoe a todas!














sexta-feira, 16 de outubro de 2009

DAVI E GOLIAS

Davi
e
Golias
1 Samuel 17

Os filisteus e os israelitas estavam prontos para a guerra. Os filisteus estavam em uma colina e os israelitas em outra.

Um campeão chamado Golias apareceu do lado do acampamento dos filisteus. Ele tinha quase três metros de altura. Golias berrou para os israelitas:
"Mandem um homem e deixem nós dois lutarmos".

Os israelitas estavam com muito medo. Por 40 dias Golias apareceu, todas as manhãs e todas as tardes, repetindo o mesmo desafio.

Os três irmãos mais velhos de Davi tinham seguido Saul para a guerra. Davi era o mais novo deles e tomava conta das ovelhas de seu pai.

Um dia seu pai disse:

"Leve estes pães para seus irmãos e veja como eles estão".
Davi chegou até o acampamento e foi até a linha de frente para ver seus irmãos. Enquanto Davi conversava com eles, Golias berrou seu desafio de costume. E Davi ouviu também.
"Mandem um homem e deixem nós dois lutarmos".

Davi disse a Saul:
"Vou lutar contra o gigante".
Saul respondeu:
"Você ainda é um garoto".
Mas Davi disse a Saul:
"Já matei um leão e um urso. Deus vai me livrar das mãos deste filisteu".

Davi escolheu 5 pedras lisas no riacho. Com o cajado de pastor e a funda nas mãos, Davi se aproximou de Golias. Golias olhou para Davi e percebeu que ele ainda era um menino. Ficou ofendido e disse a Davi:

"Será que sou um cachorro, para você me atacar com um pedaço de pau?"

Davi respondeu:
"Você vem contra mim com espada e com escudo. Mas eu vou contra você no nome do Senhor Todo-Poderoso!"


Davi correu na direção de Golias. Ele pegou uma das pedras e atirou no seu inimigo. A pedra acertou bem no meio da testa de Golias, e ele caiu de cara no chão.
Quando os filisteus viram que o herói deles estava morto, fugiram.

JesusKids

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

HISTÓRICO DO PIERCING -

Saiba sobre a influência do uso de piercing neste artigo escrito pelo bispo José Euripedes de Goiânia - GO

Obs.: Antes de você ler este artigo, quero deixar claro que nossa intensão não é apontar o dedo ou acusar e muito menos julgar alguém por aquilo que usa ou por aquilo que faz, nosso Deus não faz isso e de modo algum o faremos também, e sim trazer esclarecimentos e conhecimento que à luz do Espírito Santo poderão levá-los ao entendimento que vem do trono de Deus. Bênçaos de Deus sobre vocês!

HISTÓRICO DO PIERCING -

Pelos historiadores o body piercing vem sendo praticado a mais de 5000 anos, sempre usado como uma expressão pessoal, ritual espiritual, como uma distinção de realeza pelos faraós, até virar moda. Começou nas primeiras tribos e clãs mais antigos.

Nas tribos da América do sul, África, Indonésia, nas castas religiosas da Índia, e pelos soldados de Roma. Depois se espalhou pela classe média e aristocracia dos séculos 18 e 19.

Na década de 60 e 70 foi adotado e trazido pelos hippies americanos que visitaram a India. Em 90 cresceu com os Punks, skinheads fascista, para expressar anarquismo e rebeldia. Daí o que era subversivo, drogado, bandido, virou moda, ligando o primitivo com o moderno.

O piercing é considerado mais agressivo do que a tatoo. Muitos aderem à onda, sem nenhuma informação de suas implicações perigosas. Querem seu alvo: Aumento do prazer sexual e do poder de atração sexual.

Símbolos ligados a culturas pagãs

A associação do piercing e tatuagem ao anarquismo e ocultismo é inegável. Mesmo que muitos não tenham essa intenção, desconhecendo esses fatos, entrando no modismo, não anula sua idéia mística de “marca, propriedade”.

Funciona como uma tranca que aprisiona a alma Ez. 13:18-21.

Todos os Piercings indianos são dedicados a deuses ou ídolos regionais e territoriais.

Se você coloca um Piercing em seu corpo, fica sujeito a uma atuação demoníaca, quer queira ou não saiba que isso vai acontecer. O diabo não quer saber qual é a sua intenção, se você sabe ou não o significado; ele usa disso para se apoderar da sua vida.

Lv. 5:17 (Artigo de Breno Amaral)

Significados dos Piercings nas partes do corpo mais, segundo estudos feitos por pastores (a grande correlação com as partes do corpo onde são colocados e seu reflexo no mundo espiritual, pela sua influência grande, na área da fala, visão, gestação, sexualidade, sensualidade e outras.

Suas influências nas partes do corpo além de denotarem os Chacras energéticos-

Pelo lado médico, todos desaconselham, pelo fato de trazer doenças graves como HIV e até morte por infecção generalizada. Também a Hepatite C transmitida pela tinta e por troca de piercings entre indivíduos. Isso pode ficar encubado até se realizar um exame especifico. Além disso, provoca fendas nos dentes, infecção geral, reações alérgicas e danificação dos vasos sanguíneos.

O piercing nas sobrancelhas dá lugar para um APRISIONAMENTO NA MENTE, causando bloqueios. Para essas pessoas nada tem grande importância, principalmente na vida espiritual.

O piercing nas orelhas significa APRISIONAMENTO EM ÁREAS ESPECÍFICAS, podendo ser bloqueio do sistema nervoso, simpático e parassimpático. Essas pessoas podem sofrer de problemas na coluna, útero, alterações de libido e personalidade e, também, alterações genitais. Os Romanos associavam o piercing na orelha à riqueza e luxúria. Tribos Sul-Americanas e Africanas faziam piercings e alargavam o furo que quanto maior, maior seria o status social.

Brincos nos homens- A origem disso está na Internet nas informações sobre piratas do Caribe. Como não tinham mulheres nas embarcações, os rapazes eram usados e identificados pelos brincos que distinguiam para quem estavam disponíveis: se seria para o capitão ou oficiais ou para todos os marinheiros, etc.

O movimento homossexual trouxe essa moda para os USA e para o resto do mundo.

O piercing no nariz significa DOMINIO e o seu sentido no mundo espiritual é uma distorção do caráter que causa rebeldia e autoconfiança exacerbada.

Nariz – O nostril (aba do nariz) se originou no oriente médio há 4000 anos, e na Índia, no século 16 foi adotado pelas castas nobres. Cada tipo de jóia distinguia a casta e a posição social.

O “mais na moda” é colocado no umbigo, área destinada a ALIMENTAÇÃO e SEXO.

Vêm do antigo Egito onde apenas os Faraós e nobres os recebiam em rituais ocultistas, ligados à deusa gato “Bastet” cuja imagem vem com o piercing no nariz. Ele representa a exposição do corpo, visto que as pessoas que os usam os deixam à mostra.

O piercing nos lábios e língua significa um DOMÍNIO NA FALA; assim como o que é colocado na gengiva pondo em risco até a perda do paladar. As pessoas que os usam estão propensas à insegurança e dificuldades para uma boa comunicação. Seu significado na vida dessas pessoas é como de um cabresto e pode ser representado na forma de gagueira. A diferença entre o colocado nos lábios e o que é colocado na gengiva, é que o segundo representa a LUXÚRIA. Nos templos Astecas e Maias, os sacerdotes faziam piercings em suas línguas como parte de um ritual de comunicação com os deuses.

A boca e os lábios sendo partes sensuais do corpo e com poderes afrodisíacos, levavam as castas altas dos Astecas e Maias a adornarem seus lábios com labutes de puro ouro. Na áfrica, as mulheres da tribo Makolo vestem pratas chamadas “Pelele” nos seus lábios superiores para rituais sexuais. Tribos indígenas da América Central e do Sul, incluindo nossos índios brasileiros, fazem piercings nos lábios inferiores e alargam os furos para colocar pratos de madeira. Hoje em dia o piercing labial mais comum é colocado nos inferiores. Tornou-se popular também o piercing no lábio superior imitando uma pinta, no canto dos lábios, chamado de “Madona”.

O piercing nos órgãos genitais traz como significado principal a PROSTITUIÇÃO. Ele pode causar um estímulo intra-uterino para atuação de espíritos nessa área causando esterilidade e outros problemas nas mulheres e nos homens. Atua na área da prostituição e sado masoquismo na vida das pessoas que o utilizam.

No mundo espiritual elas estão aprisionadas de alguma forma por essas marcas que elas carregam no corpo. Pois está escrito: “Não façam cortes no corpo por causa dos mortos, nem tatuagens em si mesmos, Eu sou o SENHOR”. (Lv. 19:28 – Bíblia -NVI)

Em I Co. 3: 16-17, fala do corpo como templo do E. Santo. Como esse templo pode ser mutilado, a não ser por escravidão espiritual, por trancas de alma?

Na atualidade essas pessoas são tidas como rebeldes, marginalizadas da sociedade, exibicionistas, enfim não recebem muito crédito e muitas vezes são descriminadas.

Portanto, como nós cristãos devemos nos apresentar? Como pessoas estranhas, rudes, descriminadas ou como filhos do Senhor agradáveis em todos os aspectos inclusive o visual?

Está claro na Palavra do Senhor que qualquer tipo de marca ou laceração na pele, não O agrada. Os piercings e tatoo são marcas ou lacerações, assim podemos concluir que não agradam o Pai. Mas e os brincos nas mulheres? Os brincos são adornos femininos adotados desde os tempos do Senhor e a Bíblia não condena. Um brinco passa despercebido, já não acontece o mesmo com um piercing, e talvez esse seja um dos motivos dele ser colocado: preencher a falta de algum vazio dessa pessoa, que precisa de um “chamativo” para ser vista, quando na verdade o que ela precisa é de Deus para preencher esse vazio.

Os jovens da igreja de hoje estão se deixando influenciar pelo modismo, dizendo ser uma necessidade para evangelizar as pessoas, outros dizem que a igreja precisa mostrar que não é radical e outros absurdos.

Se achar que aí não tem poder demoníaco, tente tirar da pessoa... Depois de colocado o 1º logo precisa colocar os outros...

Comentários:

“Sinônimo de agressividade.” Como a tatuagem, é uma tentativa de sair da identidade familiar para a grupal “(http:/Galileu.globo.com)”.

“Tatuagem e piercing: em algumas culturas juvenis a pretensão é viver na margem. (...)

A assunção e percepção da radical idade tem um modelo que é, dissidente, transgressivo, indisciplinado.” (Site http://www.ics.ul.pt/investiga/projectos/opj/est_monog.htm#Exp).

“... sinônimo de revolta e independência...” (frase de um tatuador).

“Fruto do exibicionismo, da loucura ou da simples vontade de se ornamentar, os anéis corporais foram trazidos da cultura underground da Califórnia (USA) e dos sados masoquistas, por jovens sem preconceitos, vendo nele uma nova forma de exaltar o corpo e as suas zonas erógenas. Outrora os anéis corporais tinham conotações sagradas, dramáticas e classicistas.” Para alguns povos primitivos era uma prática clandestina, utilizada tanto para preservar a castidade, como para provocar a estimulação sexual. ”Carmem Martin – História do Piercing (http://www.alemmar.org/ecclesia/artigo_fc.asp?cod_artigo=13543).

“Vários ex-satanistas afirmam que um dos principais sinais de uma sociedade estar adotando o satanismo é o aumento no número de pessoas que usam piercings e tatuagens. Em Dt. 14:1 e Lv. 19:28, Deus proibiu a tatuagem, pois andava de mãos dadas com a adoração a Satanás entre os povos vizinhos de Israel naquele tempo. Deus proíbe a perfuração do corpo em Lv. 21:5, igualmente porque era parte do satanismo daquele tempo, e Deus não queria que Israel tivesse nada a ver com essas práticas ou outras manifestações físicas delas.” (http://www.espada.eti.br/n1514.asp).

Mais um adorno ou uma porta aberta para a corrupção da alma e do corpo. Se nosso corpo é chamado “templo do E. Santo” (I Co. 6:9), como expressão Divina, o que fizer no corpo terá de dar contas a Deus. Além de ser um ato agressivo, ele tem significados espirituais. Hoje, o piercing é usado como acessório fashion, parte da moda atual, sem olhar sua origem.

Opinião de alguns jovens cristãos: “não vejo mal algum, Rebeca usava piercing...” – referindo-se ao fato do servo de Abraão presenteá-la com pulseiras e colocar em seu nariz uma argola – Gn. 24:22, 30 e 47. Entender que: – o servo de Abraão tinha sido encarregado de encontrar uma esposa para Isaque. Ele pediu a Deus um sinal para isso. Os presentes dados à Rebeca significavam que ela tinha sido escolhida, em especial a argola no nariz, foi usada como símbolo de posse, de domínio. Era como se o servo de Abraão dissesse a todos da região: “homens, tirem seus olhos desta moça porque a partir de agora, ela pertence a alguém”. Logo depois, Labão, irmão de Rebeca, vendo o pendente no nariz dela e as pulseiras em suas mãos, sai imediatamente para saber quem a tinha escolhido.

Não necessitamos expressar nossa individualidade e ideais em nosso corpo de forma tão agressiva, afinal, nosso corpo não nos pertence, mas sim ao Senhor.

Andréa Cerqueira - mocidade@cr.org.br.Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

Se você converteu ao Senhor e usa piercing no seu corpo, procure alguém para orar com você sobre isso. Existe a necessidade do arrependimento, da confissão como pecado, pedindo perdão ao Senhor por estas marcas, por transgredir a Lei de Deus pactuando com demônios. Peça ao Senhor que envie anjos para recolherem o sangue derramado que o diabo recebeu como um pacto, declarando que anula esse pacto, que renuncia o espírito que te ligou com essa marca e receba em nome de Jesus Cristo a unção com azeite consagrado sobre o local tatuado.

Declare quebrado o direito legal que o diabo teve sobre você nessa área!

Leia mais sobre isso no livreto ed. Ferramenta “O perigo oculto em tatuagem, piercing, tatuagem e moda” do Pr. Édino Melo.

RESUMO PIERCING

O body piercing é praticado por mais de 5000 anos usado como uma expressão pessoal, ritual espiritual, distinção de realeza, e recentemente como moda ligando aquilo que era considerado como o primitivo e o moderno.

Nas tribos da América do sul, África, Indonésia, nas castas religiosas da Índia (em homenagem aos deuses), pelos faraós (em rituais pagãos) e pelos soldados de Roma.

O diabo não quer saber qual é a sua intenção, se você sabe ou não o significado; ele usa suas artimanhas para se apoderar da sua vida. (Artigo de Breno Amaral).

Significados e INFLUENCIAS dos Piercings nas partes do corpo além de denotarem os chamados “(chacras energéticos)”.

Nas sobrancelhas- APRISIONAMENTO NA MENTE, com bloqueios.

Nas orelhas- APRISIONAMENTO EM ÁREAS ESPECÍFICAS, (sistema nervoso, simpático e parassimpático). Os Romanos associavam à riqueza e luxúria. Nas tribos Sul-Americanas e Africanas faziam quanto maior, maior seria o status social.

No nariz - DOMINIO; e o seu sentido no mundo espiritual é uma distorção do caráter que causa rebeldia e autoconfiança muito exarcebada.

Nariz – O nostril (aba do nariz) originou na Índia, sendo adotado em 90 pelos Punks e outras culturas.

No umbigo- Vem do antigo Egito onde apenas os Faraós e nobres os recebiam em rituais pagãos. Representa a exposição do corpo, área sexual.

Nos lábios- DOMÍNIO NA FALA e LUXÚRIA. Nos templos Astecas e Maias, os sacerdotes faziam piercings em suas línguas como parte de uma ritual de comunicação com os deuses. Tornou-se popular também o piercing no lábio superior imitando uma pinta, no canto dos lábios, chamado de “Madona”.

Nos órgãos genitais- PROSTITUIÇÃO. Pode causar um estímulo intrauterino para atuação de espíritos nessa área causando esterilidade e outros problemas.

No mundo espiritual elas estão aprisionadas de alguma forma por essas marcas que elas carregam no corpo. Pois está escrito: “Não façam cortes no corpo por causa dos mortos, nem tatuagens em si mesmos, Eu sou o SENHOR”. (Lv. 19:28 – Bíblia -NVI)

domingo, 4 de outubro de 2009

APAIXONADA POR JESUS E ELE POR MIM

JOGRAL

___________________________________________________________________________Jogral - O Nome de Jesus
Todos - Muito antes do Messias À terra vir habitar Seu Pai procurou com amor Um lindo nome lhe dar.
1 - Seu nome será Maravilhoso,Porque maravilhas ele fará, Fará prodígios e curas, Até mortos ressuscitará.
2 - Seu nome será Conselheiro Porque conselhos dará,Através de sermões e parábolas Que ao povo pregará.
3 - Seu nome será Deus Forte Pois a tudo vencerá Vencerá até a morte, Porque ressuscitará.
4 - Seu nome será Príncipe da PazPorque a paz pregará. E quem for pacificador Bem-aventurado será.
5 - Seu nome será Pai da Eternidade Porque eterno ele é.Ele estava no princípio com Deus Reconciliando o mundo através da fé.
6 - Seu nome será Emanuel,"Deus Conosco" - quer dizer.Quem o buscar de coração Ele pode socorrer.
7 - Seu nome será Cristo Porque será sofredor,Será ferido, humilhado E pregado numa cruz de horror.
Todos - JESUS - é o mais belo nome Acima de todos está.

SE NÃO AGRADA A DEUS TÔ FORA

SE NÃO AGRADA A DEUS TÔ FORA
DIGA NÃO AO HALLOWEEN