segunda-feira, 25 de outubro de 2010

HISTORINHA PARA FANTOCHE: O MELHOR PRESENTE

Tita: Que dia lindo!
Bidu: Olá Titã, tudo bem?
Tita: Tudo, e com você?
Bidu: Comigo vai tudo mal!
Tita: Tudo mal?! Porque, Bidu?
Bidu: Hoje é dia das Crianças, e eu gostaria de ganhar um presentão, mas ganhei um presentinho.
Tita: Deixa de ser ingrato, você deve agradecer a Deus, porque você ganhou presente. Eu não ganhei nenhum e nem por isso estou reclamando.
Bidu: Sabe o que é, Tita, no ano passado teve um festão na minha rua e o dono da festa falou que quem colocasse o sapato na janela, ele iria colocar um presente. Então coloquei o sapato do meu pai para ganhar um presentão e ganhei uma loção de barba!
Tita: Ah! Ah! Ah! É por isso que você sempre se dá mal. Você enganou a si mesmo. Ah! Ah! Ah! Ora, Bidu, você não sabe agradecer, está sempre insastifeito, reclamando de tudo e ainda por cima é egoísta.
Bidu: Egoísta, eeuuuuuuuuu????
Tita: É egoísta, egoísta mesmo. Está sempre pensando em você e não consegue pensar porque seus pais não lhe puderam lhe dar um presente melhor. A minha mãe me deu um gostoso beijo e um abração.
Bidu: Só isso??!!
Tita: E eu acho melhor que tudo. E depois ela me falou de um presente que o pai de todo mundo quer nos dar. Ele é o melhor de todos.
Bidu: Oba!! Como eu faço pra encontrar esse pai de todo mundo e ganhar esse presente hein?!
Tita: Você pode aceitar esse presente ou não.
Bidu: Ah! Então não deve ser bom, se fosse bom eu não precisaria recusar.
Tita: Bidu! Tem muita gente que não quer, mas não sabe o que está perdendo!
Bidu: E o que elas estão perdendo?
Tita: A salvação!
Bidu: Salvação?!!
Tita: Vou explicar. Essa pessoa é o dono de tudo, de todo o ouro, de toda a prata e de toda espécies de pedras preciosas que existe na terra.
Bidu: Puxa! Então Ele é muito rico e pode me dar um presente bem grande.
Tita: Você só pensa nisso, Bidu. As pessoas precisam pagar para nos dar um presente. Isso não significa ter o presente que quiserem. Mas aquela pessoas nos dá um presente de graça, não precisa pagar.
Bidu: É mesmo?! E quem é essa pessoa? Quem é? Quem é?
Tita:É Jesus, e quando nós o aceitamos, reconhecemos que Ele é o nosso Salvador, e que só Ele perdoa os nossos pecados. Então, Ele passa a ser o nosso melhor presente.
Bidu:Ah! Eu não quero uma pessoa, Tita, eu quero um presente.
Tita: Mas Ele é o nosso maior presente. Deus deu o seu único Filho pra morrer por nós, para que fossemos salvos, Ele está preparando um lugar no céu para os que quiserem aceitá – lo. O céu é um lugar especial, aonde vamos vê – lo face a face, ficar pertinho dEle. Bidu, você daria o seu filho para morrer pelo mundo?
Bidu: Eu hein, Titã! Você ta doida?
Tita: Será que Jesus também deveria está doido quando morreu na cruz por você, um menino egoísta e mau?
Bidu: Euuuuuuuuuuuuu, você acha, é?
Tita: Acho!



Bidu:Sabe de uma coisa....(chorando), você tem razão, eu não passo de um menino mau. O meu pai está desempregado, e ele fez um esforção para me dar esse presentinho com tanto carinho, e eu tão mau que sou ainda fiz malcriação. Coitadinhos dos meus pais! (continua chorando), eu nunca sei me conformar com o que podem me dar. Estou sempre deixando – os tristes. Sabe, Tita? (chora)....
Tita: O que é Bidú?
Bidu:Eu não sou merecedor de entrar lá, naquele lindo lugar, e nem mereço nenhum presente!
Tita: Não é assim também, Bidú. Agora você está arrependido e sabe que Jesus pode perdoar os pecados. É só pedir perdão aos seus pais e a Deus, para que os seus pecados sejam perdoados, e Jesus será seu melhor presente!
Bidu:Obrigada por ter me ensinado tudo isso e que Jesus é o nosso melhor presente.
Tita: Bidú! Vou cantar uma canção para você. É assim:
Eu tenho um tesouro, eu tenho sim,
Eu tenho um tesouro, dentro de mim;
Esse tesouro tem muito valor,
Esse Tesouro é Jesus Cristo, meu Salvador....
Tita: Aprenderam crianças? Então, se vocês acham que Jesus é o melhor presente, cantem também. (convida as crianças a cantar).

TEMAS PARA EBF



Tema: Das Crianças é o Reino de Deus
1º dia: Davi
2º dia: Samuel
3º dia: Timóteo (ou Moisés)

Tema: Samuel, o menino que ouvia Deus
1º dia: A oração de Ana
2º dia: O chamado de Samuel
3º dia: O ministério de Samuel

Tema: Família: presente de Deus
1º dia: Deus fez a família
2º dia: A família deve ser unida (Noé - construção da arca)
3º dia: A família de Timóteo

Tema: O verdadeiro herói
1º dia:Transformando água em vinho
2º dia: Andando por cima do mar
3º dia: A ressurreição

Tema: É muito bom louvar á Deus!
1º dia: Os muros de Jericó caem ao chão
2º dia: Paulo e Silas na prisão
3º dia:

Tema: Alguém se importa com você!
1º dia: Jesus abençoa as crianças
2º dia: O menino que repartiu o lanche(ou Moisés)
3º dia: O pequeno Samuel (ou a filha de Jairo)

Tema: É melhor obedecer!
1º dia: Jonas
2º dia: Noé
3º dia: o servo Geazi(ou Acã)

Tema: Um plano especial
1º dia:Como é o céu? Quem pode entrar no céu?
2º dia: Quem é Jesus?
3º dia: Como chegar até Jesus?

1º dia:A criação do mundo
2º dia: O pecado entra no mundo
3º dia: alguém nos salva do pecado

EBF - NAVEGANDO COM JESUS -2009

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

BRUXARIA NÃO É PEDAGOGIA

Se nas escolas de sua cidade os professores solicitarem trabalhos e programações com o tema do “Halloween”, que tal fazer um abaixo-assinado dirigido ao professor, ao diretor, ao secretário municipal, ao secretário estadual, enfim, a quem tenha alguma parcela de autoridade, para que possamos expressar a nossa indignação?

Gostaria de um modelo deste abaixo-assinado? Pois, então, aí esta:

Ilmo Sr.

Secretário da Educação

Prof. .....................................


Dirigimo-nos a Vossa Senhoria, na convicção de sua capacidade de discernimento e sincero desejo pelo progresso estudantil dos filhos de nossa cidade, solicitando-lhe sua atenção e consideração para os seguintes fatos:

Que necessidade temos de “importar” uma cultura espúria como a do “HALLOWEEN” e incorporá-la às atividades escolares, públicas ou privadas? Somos acaso pobres de Cultura, de História ou de Folclores, a ponte de justificar esta gritante e indesejável “americanização” em nossos centros de ensino? Em lugar do progresso acadêmico e científico, não estaríamos impelindo nossos filhos ao retrocesso do misticismo medieval?

São estarrecedores os acontecimentos nacionais e internacionais, amplamente propalados pela mídia, dando-nos conta do barbarismo relacionado à prática da Bruxaria. Que tipo de geração estaremos formando, Sr. Secretário, ao permitir que, dentro do ambiente escolar, a mente e o coração de nossos filhos sejam moldados por “festinhas” que incentivam a prática da Bruxaria?

“Bruxaria não é pedagogia......Bruxaria é caso de Polícia!”

Vítimas inocentes, a maioria infantis, têm sido seqüestradas em toda parte, servindo de “sacrifícios” em rituais macabros e criminosos, notoriamente caracterizados pela violência e pelo sadismo. E é por esta razão, Sr. Secretário, que expressamos por intermédio deste “Manifesto” nossa preocupação, contrariedade e indignação pelo fato de estar sendo promovidas Festas do tipo “HALLOWEEN” (que é uma exaltação à prática da feitiçaria) em muitas Escolas da Rede Municipal, pretextando servirem de “Recursos Paradidáticos” em aulas de inglês.

Reconhecemos a relevante participação dos meios estudantis na formação equilibrada desta geração. E é com esta perspectiva em mente, que temos confiado ao magistério a educação acadêmica de nossos filhos. Não concordamos, no entanto, com a implantação de atividade desta natureza em nossas Escolas e, muito menos com critérios de “obrigatoriedade” e “pontuação”, como se tem verificado.

Sr. Secretário, contamos com seu discernimento e boa vontade, dentro da atribuição e autoridade que lhe foi confiada, para garantir o empenho por uma geração estudantil saudável, equilibrada, qualificada e, acima de tudo, fiel a Lei e aos Direitos Humanos. Confiamos também na prontidão desta Secretaria em identificar e obstruir toda e qualquer tentativa de se introduzir conceitos espúrios na formação acadêmica de nossos filhos, ainda que, sutilmente se apresentem com um pretexto “pedagógico”.

Firmando a presente solicitação de vossa intervenção e, na tranquila convicção de que seremos atendidos, pela legalidade e justiça de nosso pleito, abaixo assinamos:

Nome_______________________________________________________ R.G._____________________



Nome_______________________________________________________R.G. _____________________



Nome_______________________________________________________R.G. _____________________

Adapte o texto se for encaminhar para o professor ou diretor da Escola.

Caso você venha a encaminhar este protesto, envie-nos notícias com as seguintes informações: Quantas pessoas assinaram o protesto, a quem o mesmo foi encaminhado e o nome de sua cidade e qual foi o resultado e repercussão.

OS DEZ MANDAMENTOS DO DEVER DE CASA

Recebi este artigo e resolvi colocá-lo aqui para compartilhar com vocês, é muito bom oferecê-lo para os pais dos alunos.


1. Jamais faça a lição por seu filho ou permita que outros o façam (avós, empregada, irmão mais velho, amigo). Tenha clareza de que a lição é de seu filho e não sua, portanto, ele tem um compromisso e não você. Deixe-o fazendo a sua tarefa e vá fazer algo seu. Ele precisa sentir que o momento da tarefa é dele.

2. Organize um espaço e um horário apropriados para ele fazer as tarefas.

3. Troque idéias ou formule perguntas para ajudar no raciocínio, mas só se for requisitado. Não dê respostas, faça perguntas, provoque o raciocínio.

4. Oriente, a correção fica a cargo do professor. Importante: não vale apagar o erro de seu filho. Quem deve fazer isso é o professor. Aponte os erros (torne o erro construtivo).

5. Diga "tente novamente" diante da queixa. Refaça. Recomece. Caso seu filho perceba que errou, incentive-o a buscar o acerto ou uma nova resposta. Demonstre com exemplos que você costuma fazer isso. Nesse caso, valem os itens anteriores para reforçar este.

6. Torne o erro construtivo. Errar faz parte do processo de aprender (e de viver!). Converse, enfatizando a importância de reconhecermos os nossos erros e aprendermos com eles. Conte histórias que estão relacionadas a equívocos.

7. Lembre-se de que fazem parte das tarefas escolares duas etapas: as lições e o estudo para rever os conteúdos. As responsabilidades escolares não findam quando o aluno termina as lições de casa. Aprofundar e rever os conteúdos é fundamental.

8. Não misture as coisas. Lição e estudar são tarefas relacionadas à escola. Lavar a louça, arrumar o quarto e guardar os brinquedos são tarefas domésticas. Os dois são trabalhos, no entanto, de naturezas diferentes. Não vincule um trabalho ao outro, e só avalie as obrigações domésticas.

9. Não julgue a natureza, a dificuldade ou a relevância da tarefa de casa. A lição de casa faz parte de um processo que começou em sala de aula e deve terminar lá. Se você não entendeu ou não concordou, procure a escola e informe-se. Seu julgamento pode desmotivar seu filho e até mesmo despotencializar a professora e, conseqüentemente, a tarefa de casa e seus objetivos.

10. Demonstre que você confia em seu filho, respeita suas iniciativas e seus limites e conhece suas possibilidades. Crie um clima de camaradagem e consciência na família, mas não deixe de dar limites e ser rigoroso com os relapsos e irresponsabilidades.

NÃO AO HALLOWEEN!


31 de Outubro é dia de festa do Halloween? Não!

No dia 31 de outubro, quando em toda parte as pessoas vão falar de bruxas e de feitiçarias e de superstição, coisas estas que Deus condena e abomina, que tal a gente falar a verdade, mostrar o erro, e dizer Não ao Halloween?

Que tal fazer um outro tipo de festa?

Sabe o que podemos comemorar no dia 31 de outubro?

Pois é! O Dia da Reforma Protestante!

Durante milhares de anos as pessoas viviam presas no engano da religião. A igreja católica romana vendia indulgência. As pessoas conseguiam o perdão por meio de pagamento em dinheiro. A Bíblia era proibida de ser lida pelo povo. A ignorância espiritual era absoluta. Deus levantou um homem, chamado Martinho Lutero, que protestou contra tudo isto, mesmo com o risco de perder a sua própria vida.

Foi no dia 31 de Outubro que Martinho Lutero expôs seus pensamentos, rompeu com a religião romana e provocou uma mudança extraordinária. Depois dele, a Bíblia foi colocada na mão de todos. Cada um pode chegar à presença de Deus sem a necessidade de um sacerdote. O que vale é o que está escrito na Palavra de Deus. O que importa agora, não é o que a igreja diz, mas o que Deus diz.

Se há algo que precisamos resgatar é o de ser protestante. PROTESTAR CONTRA O ERRO, CONTRA A IGNORÂNCIA, CONTRA A SUPERSTIÇÃO, CONTRA A MENTIRA, CONTRA O PECADO.

Dia do Halloween. Vamos PROTESTAR CONTRA O HALLOWEEN!

Vamos avisar a todos os nossos amigos que comemorar o dia do Halloween não está com nada e desagrada a Deus. O Halloween é uma abominação diante de Deus!

Vamos avisar a todos os nossos amigos que há uma festa no céu quando o pecador se arrepende de seus pecados e confia em Jesus.

Diga Não ao Halloween! E sim ao que agrada a Deus!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estudo Bíblico para culto de doutrina. Tema: Quando os Pais Oram

Texto: 1 Samuel 1.27-28    

 INTRODUÇÃO
Sempre chamou-me a atenção a im­portância que a Bíblia dá à influência da oração dos pais sobre a vida dos filhos. Principalmente, porque o próprio Deus, ao estabelecer a Aliança da Graça, re­vela o seu interesse de abençoar os fi­lhos através da instrumentalidade dos pais: “Porque derramarei água sobre o sedento e torrentes, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade e a minha bênção, sobre os teus descendentes” (Is 44.3). E um dos meios de que Deus se utiliza para aben­çoar os filhos dos crentes é a oração dos pais.

O apóstolo Paulo reconhece a in­fluência espiritual dos pais sobre os fi­lhos, quando diz a Timóteo: “Pela recor­dação que guardo de tua fé sem fingi­mento, a mesma que, primeiramente habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti” (2 Tm 1.5).

Na lição de hoje, pretendemos des­tacar o ensino bíblico acerca da influên­cia da oração dos pais sobre a vida dos filhos.

EXPOSIÇÃO
1. UMA BASE BÍBLICA

Deus ao criar o indivíduo, criou tam­bém a família (Gn 1.26-27). E assim como o pecado atingiu o indivíduo, afe­tou também a família (Gn 3). Contudo, Deus não revogou a Aliança após o pe­cado do homem, mas providenciou a Redenção através de Jesus Cristo. Todo Antigo Testamento descreve o processo histórico de preparação dessa redenção até à sua consumação em Jesus Cristo (Gl 4.4). E o alvo de Deus sempre foi abençoar o indivíduo juntamente com a sua família. Deus se compromete, na Ali­ança da Graça, a abençoar a nossa fa­mília (Gn 12.1-3; Gl 3.7-9).

Vejamos alguns exemplos de homens que intercederam pela sua família:

1.1. Noé

“Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, apare­lhou uma arca para a salvação de sua casa; pela qual condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé”{Hb 11.7, grifo da citação).

1.2. Abrãao

“Porque eu o escolhi para que orde­ne a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito” (Gn 18.19, grifo da citação).

1.3. Páscoa

“Falai a toda a congregação de Isra­el, dizendo: Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família. Porque o Senhor passará para ferir os egípcios; quando vir, porém, o sangue na verga da porta e em ambas as ombreiras, passará o Senhor aquela porta e não permitirá ao Destruidor que entre em vossas casas, para vos ferir” (Êx 12.3,23, grifo da cita­ção).

1.4. Pedro

“Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar”(At 2.39, grifo da citação).

1.5. Paulo e Silas

“Depois, trazendo-os para fora, dis­se: Senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (At 16.30-31, grifo da citação).
Em síntese, há um compromisso de Deus com os pais crentes em abençoar os seus filhos, desde que os pais sejam fiéis a aliança com Deus: “Na mesma noite, lhe apareceu o Senhor e disse: Eu sou o Deus de Abraão, teu pai. Não te­mas, porque eu sou contigo; abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão, meu servo” (Gn 26.24, grifo da citação).

2. ORANDO PELOS FILHOS

Ana, mãe de Samuel, diz: “Por este menino orava eu; e o Senhor me conce­deu a petição que eu lhe fizera. Pelo que também o trago como devolvido ao Se­nhor, por todos os dias que viver; pois do Senhor o pedi. E eles adoraram ali o Senhor” (1 Sm 1.27-28).

Nesta declaração, Ana reafirma o que já sabemos: o nascimento de Samuel foi resposta de oração: “por este menino orava eu”. Também, que Samuel não lhe pertencia, tal como nenhum filho é pro­priedade de pai humano, pois os nossos filhos pertencem a Deus. Então, ela o de­volveu a Deus, em cumprimento do seu voto e em atitude de consagração do seu filho a Deus: pelo que também o trago como devolvido ao Senhor.

A atitude de Ana coloca-nos diante de um grande desafio: orar pelos nos­sos filhos e consagrá-los a Deus. E, quan­do devemos orar por eles?

•Devemos orar por eles antes mesmo do nascimento, afim de que nasçam com saúde (SI 139.13-16).

•Devemos orar pela conversão e o crescimento espiritual dos nossos filhos (Lc 1.66-80).

•Devemos orar pelo futuro dos nos­sos filhos, principalmente quando tive­rem que tomar decisões sérias, tais como sobre o estudo, profissão, casamento etc. (Gn 24).

•Devemos orar pelos filhos que se acham afastados da comunhão com o Senhor (Tg 5.16-20).

•Devemos orar pela família dos nos­sos filhos e pelos nossos netos (SI 128).

CONCLUSÃO

Quero concluir esta lição insistindo que devemos orar pelos nossos filhos. Leia com atenção a oração que uma vovó fez por sua netinha:

“Meu precioso bebê, em celebração à sua chegada eu fiz este presente especial, chamado de manta de oração. Quando se cobrir com ela, saiba que está coberto de oração. Cada ponto representa uma oração fei­ta por você. Aqui estão dez orações mi­nhas por você:

1. Como um novelo que se transfor­ma em uma bela manta, Deus tem um belo plano em sua vida. Peço a Deus que você o descubra (Jr 1.5).

2. Esta manta foi feita por mãos hu­manas. Mas você foi maravilhosamente formado por mãos divinas. Peço a Deus que você saiba o quanto é especial para Ele (SI 139.14).

3. Se eu errar um ponto, a manta se desfaz. Porém, Deus tem planos mara­vilhosos para cada passo de sua vida. Eu peço a Deus que você possa seguir os planos dEle e saber que mesmo quan­do nós, como família, erramos um pon­to ou dois, Ele pode nos redimir quando confiamos nEle (Pv 28.13).

4. Se eu voltar e consertar um pon­to, a manta não ficará defeituosa. Se você voltar e confessar os seus pecados, sua vida será santa. Peço a Deus para que você tenha a coragem de con­fessar os erros para que viva uma vida santa (1 Jo 1.9).

5. Esta manta tem muitos pontos, mas nada se compara aos pensamentos de Deus para com você. Peço a Deus que você se lembre dEle e saiba que Ele se lembra de você (SI 139.17).

6. Precisei tecer três fios juntos para fazer, uma manta forte. Serão necessá­rias três partes (você, sua família e Deus) para que sua vida seja forte. E serão ne­cessárias três pessoas da Trindade para manter sua vida de pé. Peço a Deus que você se apoie nEle e na sua família (Ec 4.12).

7. A borda desta manta impede que ela perca o formato. Deus quer colocar algo em volta de você para protegê-lo e esquentá-lo. Peço a Deus que você sem­pre fique entre os limites que Ele esta­beleceu para você (Jó 1.10).

8. Minha esperança é que esta man­ta o conserve quente e seguro. O plano de Deus é muito maior. Ele quer lhe dar um futuro e uma esperança. Peço a Deus que você sempre ponha sua esperança nEle (Jr 29.11).

9. Quando você se cobrir com esta manta, saiba que está coberto de amor e de oração. Deus quer cobri-lo com amor do seu Filho. Peço a Deus que você possa amar a Jesus desde novo (Jo 14.21).

10. Embora eu saiba que um dia esta manta não servirá mais para você, eu peço a Deus que você sempre saiba que necessita dEle (1 Jo 4.15-17).

Com amor, Sua vovó. “

APAIXONADA POR JESUS E ELE POR MIM

JOGRAL

___________________________________________________________________________Jogral - O Nome de Jesus
Todos - Muito antes do Messias À terra vir habitar Seu Pai procurou com amor Um lindo nome lhe dar.
1 - Seu nome será Maravilhoso,Porque maravilhas ele fará, Fará prodígios e curas, Até mortos ressuscitará.
2 - Seu nome será Conselheiro Porque conselhos dará,Através de sermões e parábolas Que ao povo pregará.
3 - Seu nome será Deus Forte Pois a tudo vencerá Vencerá até a morte, Porque ressuscitará.
4 - Seu nome será Príncipe da PazPorque a paz pregará. E quem for pacificador Bem-aventurado será.
5 - Seu nome será Pai da Eternidade Porque eterno ele é.Ele estava no princípio com Deus Reconciliando o mundo através da fé.
6 - Seu nome será Emanuel,"Deus Conosco" - quer dizer.Quem o buscar de coração Ele pode socorrer.
7 - Seu nome será Cristo Porque será sofredor,Será ferido, humilhado E pregado numa cruz de horror.
Todos - JESUS - é o mais belo nome Acima de todos está.

SE NÃO AGRADA A DEUS TÔ FORA

SE NÃO AGRADA A DEUS TÔ FORA
DIGA NÃO AO HALLOWEEN